Iniciei minha carreira profissional, como professora no Colégio Estadual e Escola Normal de Americana no ano de 1960, quando ainda frequentava o último ano do Curso de Pedagogia da PUCCAMP.
Acompanhei por vinte e cinco anos todas as mudanças e denominações pelas quais a escola passou, que foram muitas, mas o nome que a consagrou foi sem dúvida “Instituto de Educação Presidente Kennedy”. Hoje dizemos apenas “Kennedy” denominação afetiva, gravada na mente e no coração de todos seus antigos professores e alunos!
Aprendi a ser professora nessa escola! Gosto de afirmar que no “Kennedy” encontrei, uma direção segura, um corpo docente coeso e competente que me fizeram crescer como pessoa e como profissional.
Quando relembramos o Kennedy, a figura da diretora que atuou por quase três décadas na instituição, surge como pano de fundo das ações educacionais que aconteceram nesse espaço de tempo.
A figura centralizadora faz parte da memória dos que com ela conviveram. Embora autoritária, o seu grande mérito foi o de estruturar o trabalho pedagógico da escola, proporcionando condições para o planejamento didático/pedagógico no qual os professores reunidos em áreas do conhecimento elaboravam os planos de ensino de suas disciplinas.
O “Kennedy” construiu a sua identidade! Uma direção forte, com reuniões pedagógicas frequentes, com seu corpo docente trabalhando em equipe, com alunos motivados por atividades criativas, fizeram dela uma escola única com vida própria, conhecida e valorizada até hoje por todos nós que tivemos a felicidade de conhecê-la!
Não tenho dúvida de que a ação educativa do “Kennedy” formou os profissionais que hoje brilham nas mais diversas áreas do trabalho e do conhecimento, fazendo a diferença com suas realizações. Tenho certeza disso.!

Marilde Terezinha Zuardi Arcaro

 

Você também pode gostar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.